Tempo de leitura: 3 minutos

Devemos começar pelos olhos e não pela face, para não arriscar desperdiçar make up no caso de sujarmos o rosto. Mas temos mais sugestões para uma make up segura e bem aplicada.

Dominar algumas técnicas fundamentais e ter atenção aos produtos que compramos nas lojas. São estas algumas das nossas dicas para aplicar maquilhagem e garantir que, independentemente do contexto e da situação em que nos vemos envolvidos, é capaz de durar o dia inteiro.

Na altura de comprar uma base, por exemplo, é importante não esquecer que a iluminação presente em algumas lojas dificulta o processo de perceção sobre se o tom da base que estamos a comprar é ou não compatível com o nosso tom de pele. Mas as nossas dicas não se ficam por aqui. É que embora haja quem acredite que o processo de maquilhagem deve começar pela pele, está a esquecer-se de que, ao dar brilho aos olhos, há o risco de sujarmos o rosto que, se já estiver maquilhado, terá de ser refeito. 

A pensar nisso, damos-te 5 sugestões e dicas fundamentais para evitar erros básicos na altura de pores a tua make up preferida. 

Uma rotina diária de skin care faz toda a diferença

Uma rotina diária de skin care é fundamental. Mas na altura de pôr a maquilhagem, começa sempre por uma limpeza de pele.

Isto evita que fiques com uma pele oleosa, permitindo, assim, que seja mais fácil de aplicar os produtos. Além disso, garantes que a maquilhagem dura o dia todo — que é o que se quer.

Após a hidratação da pele, dá brilho aos olhos

Há quem pense que o correto a fazer seja começa, primeiro, pela pele através da aplicação de base e corretivos. Só que isto tem um problema. Caso sujes o rosto com a sombra dos olhos, o que acontece é que, ao limpar, estarás a remover o produto da pele com a esponja. 

Por isso, o meu conselho é este: foca-te nos olhos depois de hidratares a pele. 

Atenção às bases que experimentas nas lojas

Em relação à base, certifica-te de que escolhes o tom de o mais parecido possível com a tua pele e, depois, aplica-a a partir da região do maxilar até à zona do pescoço. 

A iluminação das lojas não é a mais correta para teres essa perceção. Se possível, dirige-te até à rua para veres se a cor da base fica uniforme consoante o teu tom de pele, para que não haja discrepância de cores e de intensidades. 

As duas formas de se aplicar o corretor

Há duas maneiras de aplicar o corretor. A técnica mais fácil, e que cobre as olheiras com maior eficácia, implica aplicar o corretivo com um formato de triângulo invertido imediatamente abaixo dos olhos. 

Caso queiras realçar o olhar e dar uma iluminação, faz um triângulo pequeno no canto inferior abaixo do olho e, uma linha reta no fim que vai em direção à sobrancelha.

O contorno do rosto e as sombras

O contorno é a técnica que dá forma ao teu rosto, mas todos sabemos que cada face tem formatos diferentes e, por isso, a técnica de aplicação nunca será igual. Mas existe uma que se aplica a qualquer rosto, feita com um bronzer, e que é conhecida como sendo a técnica E3.

Funciona assim: Começas pelo cimo da testa, reto ao cabelo e seguindo até à maçã do rosto, voltando até perto da orelha e descendo suavemente com o pincel até ao maxilar. 

Alguns truques que te vão ajudar a poupar tempo e a aperfeiçoar algumas das técnicas é a escolha das sombras que irás usar na tua maquilhagem. Relativamente aos tons, opta sempre por tons nudes e escolhe o pincel correto para cada aplicação. De forma a dominares o eyeliner e obteres aquele efeito fox eyes, podes começar por usar fita cola — posicionando-a de forma a que toque o canto do olho e vá além da linha de água. Usa um pouco de corretivo com ajuda de um cotonete para retirar o excesso de rímel que possa ficar na pálpebra ou alguma sujidade posterior da maquilhagem.

Na altura de finalizar, recorre ao pó translúcido. Além de fixar bem a maquilhagem, é versátil e tem uma composição fina que se ajusta a vários tons de pele.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.