Tempo de leitura: < 1 minuto

Nunca tantos estudantes do Ensino Superior se tinham candidatado a bolsas de estudo e nunca tinham sido tantos aqueles a quem essas bolsas foram atribuídas. 

Com mais de 97 mil requerimentos já entregues à Direção Geral do Ensino Superior (DGES), o número dos estudantes candidatos a este tipo de apoio financeiro tem vindo a subir de ano para ano, sendo que há quase mais 5 mil candidatos do que no há dois anos, no mesmo período.

Este aumento pode ser explicado pelo consequente aumento do número de alunos a frequentar o ensino superior, mas reflete também o decréscimo dos rendimentos das famílias portuguesas devido à pandemia. 

Apesar da maioria dos pedidos de bolsa ainda estarem a ser analisados (já que por si só é um processo demorado, que piora com o maior número de candidaturas), mais de 25% já foi aceite. 

Apesar de existirem datas limite para a candidatura a este apoio, os estudantes podem pedir bolsa a qualquer ponto do ano letivo (incluindo reapreciações) se tiver existido uma situação que cause a alteração dos rendimentos, como por exemplo, um despedimento. 

Os estudantes já bolseiros têm a possibilidade de renovar automaticamente a sua bola, desde que continuem a cumprir os critérios de aproveitamento e desde que não tenham tido um aumento dos rendimentos superior a 10%.

O processo de candidatura a bolsas de estudo do ensino superior pode ser efetuado através da plataforma online da DGES. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.