Tempo de leitura: 2 minutos

“A História do Hip-Hop Tuga” vai voltar a ser contada no palco do Altice Arena, em Lisboa, por MC, DJ, ‘writers’ e ‘bboys’ que integram o movimento em Portugal.

“A História do Hip-Hop Tuga” já tem regresso marcado para este ano. Em 2017, no festival Summer Fest, foi possível assistir, pela primeira vez, a este evento e, mais tarde, em 2019, “A história do hip-hop tuga” teve lugar no Altice Arena, juntando a música às outras vertentes do hip-hop: rap, graffiti, breakdance e djing. 

“Mas depois de dois anos de confinamento e de estarmos todos fechados em casa, achámos que o público merecia esta noite de celebração, para respirar um bocado e tentarmos voltar à normalidade. Foi o grande motivo para avançarmos com o espetáculo em 2022”, explicou Vasco Ferreira, da organização, em declarações à Lusa.

Apesar de ser a terceira vez em que a história é contada, o alinhamento sofreu algumas alterações, o que “permite contar a mesma história com nuances ou apontamentos diferentes”. No entanto, certo é que será mantido o “equilíbrio entre as três gerações das quase três décadas da história do hip-hop em Portugal”

A representar a vertente do ‘rap’ passarão pelo palco do Altice Arena, no dia 19 de março de 2022, Black Company, Valete, Expensive Soul, Sam The Kid, Dealema, Bezegol, Capicua, Dillaz, Ace e Presto (dos extintos Mind Da Gap), Nenny, Julinho KSD, Bispo, Chullage, Kappa Jotta, Holly Hood, T-Rex, Tribruto, XEG, Blasph & Sanryse, Nerve, GROGNation, Papillon, Vado Más Ki Ás, Phoenix RDC, X-tense, Deau, Keso, Tekilla, Alcool Club e Gabriel O Pensador.

Já a representar o ‘djing’ estarão os DJ Nel Assassin, Bomberjack, Cruzfader, Glue e Kronic. O espetáculo irá ainda contar com os ‘writers’ Nomen e YouthOne, dois dos pioneiros do ‘graffiti’ em Portugal, e a ‘crew’ de ‘writers’ Crack Kids.

O ‘breakdance’ estará representado pelas ‘crews’ (grupos) de ‘bboys’ (bailarinos de ‘break dance’) 12 Macacos, Zoo Gang, Gaiolin Roots e Momentum Crew.

“Reunindo em palco grande parte dos nomes mais representativos do Hip Hop nacional, este evento, procura levar o público uma leitura das páginas da história do Hip Hop Tuga pelos olhos dos seus maiores artistas, que nos contarão e mostrarão, através da sua arte incomparável, da sua irreverência, e do seu olhar do mundo e da vida, os ritmos e a alma do Hip Hop.”, pode ler-se na sinopse do evento.

Os bilhetes para o espetáculo a acontecer no dia 19 de março já estão à venda na bilheteira online MEO Blue Ticket e os preços variam entre os 20 e os 27 euros. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.