Tempo de leitura: 2 minutos

A entrada na faculdade traz consigo um misto de emoções. Três anos depois, com um diploma que marca o fim da licenciatura na mão, posso dizer que a saída tem um efeito semelhante. Ambos simbolizam o início e o fim de novos ciclos e experiências nas nossas vidas. 

 

No entanto, sinto que a melhor forma de inaugurar uma vida pós-faculdade será refletir um pouco sobre tudo o que houve a aprender com esses três anos. Para mim, a principal lição é simples: aproveitem para explorar. 

Com 18 anos, é normal estarmos algo reticentes e assustados com o que aí vem – talvez tenham medo de se arrepender da escolha do curso ou de não conseguir estabelecer boas relações com os outros. Calma, tudo tem um período de aclimação. Não deixem que o medo vos paralise de tentar tudo o que seja “novo”.

É uma reação natural que talvez faça apenas parte de entrar numa fase de “vida adulta”.

Ao dizer que os anos da licenciatura podem ser anos de descoberta, é a isto que me refiro. Se não tens a certeza a que área queres dedicar a tua vida profissional, esta é uma oportunidade para te inscreveres em cadeiras que te possam ajudar a escolher mais facilmente. Lembra-te de que tudo isto é um ponto de partida e podes mudar de ideias.

Isto aplica-se, também, às relações interpessoais. Arrisca falar com as pessoas que aches interessantes – claro que não há uma experiência universal com que todos nos possamos identificar mas, na minha experiência, a maioria das pessoas estarão abertas a conhecer-te se não tiveres medo de dar um primeiro passo. Além disso, conhecer novas pessoas é sempre uma oportunidade para ficares a saber de eventos, festas e acontecimentos que te possam interessar e boa companhia com quem os experienciar.

É importante entrar na faculdade com uma mente aberta – tanto ao nível do curso, como de tudo o resto -, este é o primeiro passo para ter uma boa experiência. 

O meu objetivo foi sair da faculdade mais segura de mim, satisfeita e certa de que tinha aproveitado o tempo suficientemente bem para minimizar o número de oportunidades perdidas. Após três anos, estou feliz por dizer que me considero bem-sucedida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.