Tempo de leitura: 2 minutos

Personalizar as folhas de um caderno nunca foi tão criativo e útil ao mesmo tempo. Com um bullet journal podes adaptar as páginas às tuas necessidades individuais sem precisar de seguir nenhuma regra.

 

É difícil “passear” um pouco pelo YouTube e não encontrar alguém a personalizar as páginas de um bullet journal. Mas para quem não conhece, passamos a explicar.

Bullet Journal é um método de organização em que, para além de colocares todas as tuas tarefas em ordem, podes ter uma forma criativa de planeamento. Pode ser usado como planificador, diário ou agenda.

No fundo, com esta ferramenta, o céu é mesmo o limite e podes encher as páginas com o que quiseres e da forma que te der mais jeito. Ao mesmo que te ajuda a fomentar a criatividade, pode ser também um escape e uma prática de mindfulness. Isto, claro está, disfarçado de sistema de produtividade.

Construído de acordo com as necessidades de cada um, terás reunido num só caderno todos os aspetos do teu dia a dia, desde lembretes a tarefas diárias ou compromissos futuros – tudo isto organizado da forma que fizer mais sentido para ti.

Não importa se é em folha A5 ou A3, mais ou menos personalizado, minimalista e monocromático ou cheio de cores, colagens e carimbos, no bullet journal só há uma regra: ser o mais criativo possível. E isto serve para tanto para a forma personalizas as páginas, como para o conteúdo que escolhes colocar no ‘bujo’. A liberdade do bullet journal é para todos os aspetos, por isso, se quiseres construir um tracker para controlar o teu mood ao longo dos dias do mês, faz.

Sendo feito consoante o gosto e as necessidades pessoais, é ajustado ao teu propósito. E quando te faltar inspiração, há sempre um site onde podes recorrer: o Pinterest. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.