Tempo de leitura: 2 minutos

A Queima das Fitas, em Abrantes, decorreu entre 27 e 29 de maio e Beatriz Graça conta, na primeira pessoa, como foi viver o evento.

Muitos podem pensar que estes dias não são nada de especial por ser uma cidade pequena, contudo, isso não é de todo verdade. 

O primeiro dia da Queima das Fitas em Abrantes contou com o cantor GomesZ e o Dj Jaças, bem como a banda Akuna Matata e ainda o Secas para terminar bem a noite. 

O segundo dia da Queima foi o mais emocionante, principalmente para aqueles que deixam a cidade este ano. Contou com a missa da bênção das pastas, seguida da cerimónia da Queima das Fitas que decorreu nos jardins do Castelo de Abrantes. Por fim, para terminar em bem as cerimónias, houve a tradicional serenata e o primeiro traçar da capa dos caloiros. 

A noite, segundo a maioria dos estudantes, foi a melhor, tendo contado com a presença do Dj Brix, Lizard Crew e ainda ENKI. 

Depois de muita alegria e cansaço de todos os que viveram intensamente esta Queima, o último dia terminou com aquilo que é a origem de tudo — com um festa organizada pela Associação de Estudante para a despedida daqueles que deixam a cidade.

Contrariamente ao que muitas das grandes cidades fazem, Abrantes, ao fazer esta Queima das Fitas, deu oportunidade aos artistas locais de ganharem mais reconhecimento e atuarem num evento maior que decorreu perto do Castelo, um monumento icónico da cidade e que tantas memórias deixa nos corações dos estudantes que por esta cidade passam. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.