Tempo de leitura: 2 minutos

Pertence ao grupo Heden, conta com dois pisos, 1200 metros quadrados e, ainda, capacidade para 160 pessoas. Já podes estudar ou trabalhar neste espaço a partir de janeiro de 2022.

Quer estejas em teletrabalho, aulas online ou atolado em trabalhos para entregar, quando a televisão se torna um elemento de distração e a cama já implora por uma sesta depois do almoço, o ideal é saíres de casa e procurares um ambiente que estimule a tua produtividade – e a nova tendência dos espaços de coworking pode ser a solução perfeita para ti.

Os espaços de coworking têm cada vez mais fãs e num período em que o teletrabalho e aulas online se tornaram a realidade de muitos, as apostas nestes espaços têm vindo a aumentar. Neste sentido, o grupo Heden continua o seu processo de expansão no universo do coworking.

Depois de inaugurar escritórios partilhados nas zonas da Graça, Intendente, Chiado e Santa Apolónia, a empresa prepara-se agora para abrir um novo espaço de trabalho na Estação do Rossio. Sim, leste bem. 

Esta nova área de trabalho está localizada no edifício da Estação do Rossio e torna-se, assim, vizinho do café do grupo internacional Starbucks. Assim, tens a garantia de que não te falta cafeína (matcha, chá ou chocolate) durante os longos dias de trabalho. 

O local de 1200 metros quadrados era ocupado até agora por uma startup portuguesa, a Uniplaces, e conta agora com dois pisos, que lhe conferem disponibilidade para acomodar 160 pessoas. Trata-se de um espaço pronto para receber pessoas em trabalho remoto, nómadas digitais e todos os que queiram ter um dia produtivo, mas num palco diferente: neste caso, num espaço com um design novo e moderno, situado num edifício histórico, com um investimento de 400 mil euros.

Apesar de a data de inauguração ter estado prevista para meados de dezembro, à Wizz, o grupo Heden aponta agora a abertura do espaço para janeiro de 2022. 

“A abertura do nosso quinto espaço neste histórico edifício no Rossio é mais um passo no sentido de nos estabelecermos como o projeto de referência de espaços de cowork na cidade de Lisboa”, explica Manuel Bastos, co-fundador do Heden. “Os últimos 18 meses impulsionaram novas formas de trabalho e os modelos híbridos e flexíveis são cada vez mais procurados por empresas nacionais, internacionais e freelancers que não dispensam um espaço de trabalho cómodo, sustentável, flexível e seguro”, conclui, cita o jornal “Expresso”.

Para mais informações, basta consultares o site oficial do grupo Heden.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.