Tempo de leitura: 3 minutos

A cultura sul-coreana tem tido um sucesso no ocidente, não só devido ao k-pop, mas também devido às séries, também conhecidas como k-dramas.

Podemos até observar um exponencial aumento da oferta de séries coreanas nas plataformas de streaming. “Squid Game” pode ter dado uma maior visibilidade e um maior destaque à ficção sul-coreana, mas a verdade é que desde sempre que existe um grande grupo de fãs assíduos dos conteúdos da Coreia do Sul. O gosto pelos k-dramas vai de miúdos a adultos, e existe uma imensidão de séries para todos o gostos. Hoje venho falar-vos das minhas quatro sugestões para os estudantes universitários que precisam daquela motivação e incentivo.

“Law School”, série disponível na Netflix, fala sobre um grupo de estudantes de primeiro ano de Direito que se veem envolvidos num crime que aconteceu dentro da sua faculdade. À medida que vamos desvendando, pouco a pouco, este crime, vamos conhecendo as histórias complicadas destes jovens que retratam muitas das realidades dos estudantes – realidades essas que atravessam continentes e línguas, mostrando uma vez mais que há coisas que são transversais de cultura para cultura. Kang Sol A, a personagem principal, é uma personalidade forte neste enredo. Sol A mostra-nos como a dedicação e o esforço podem levar-nos longe, ainda que esse percurso possa ser atribulado. Esta personagem é uma inspiração para qualquer estudante. Sol A nunca desistiu dos seus objetivos, apesar dos percalços e da falta de confiança nela pelos que a rodeavam. Mas tenho também de falar dos outros personagens que representam no ecrã um pouco das diversas dificuldades que os estudantes têm, desde os seus medos aos seus anseios quanto ao futuro. Além desta série colar-nos ao ecrã desde o primeiro episódio, tem uma grande mensagem e excelentes ensinamentos para todos, mesmo para pais e professores.

“At a Distance, Spring Is Green” foi uma das séries sul-coreanas que mais gostei do ano passado. Para quem gosta de histórias calmas e inspiradoras, esta é a série certa para se ver. As três personagens principais, que desenvolvem uma amizade inesperada entre si, mostram como todos nós temos os nossos problemas e desafios. Por outro lado, esses mesmos desafios são o que os une, tornando a faculdade no espaço de refúgio para eles. Esta série mostra também como as aparências podem iludir e que as expectativas da sociedade que caem sobre os jovens podem ser muito pesadas. Os vários personagens representam diversas perspetivas do percurso académico que se pode ter e é inspirador como todos se unem apesar das diferenças entre os mesmos. Além disso, esta história traz à luz temas importantes como a saúde mental, que é cada vez mais débil junto da comunidade estudantil. 

“Do You Like Brahms?” é uma das minhas séries coreanas preferidas. Este k-drama fala sobre as vidas de vários estudantes numa faculdade de música e a competição e pressão a que estão sujeitos. A personagem principal, Chae Song Ah, é fácil de se identificar com, seja qual for a nossa realidade familiar e académica. O percurso como violinista de Song Ah é inesperado mas a sua determinação é inspiradora para qualquer estudante. Apesar da descrença à sua volta, desde colegas à família, Song Ah não desiste do seu sonho até atingir os seus objetivos. Já Park Joon Young, pianista de sucesso, mostra-nos como o percurso que nos ditaram desde novos pode não ser o melhor para nós. Qualquer um destes personagens mostram-nos realidades opostas assim como os seus problemas, mas ambas fáceis de empatizar e de relacionar com. Para além disto, esta história ensina-nos como às vezes é importante desistir na altura certa de algumas coisas para dar lugar a outras ainda melhores. 

Por último, venho sugerir uma série que não se passa na universidade mas que a história é igualmente motivadora para quem está a dar os primeiros passos no mercado de trabalho. Start-Up (2020), também disponível na Netflix, fala sobre jovens que lutam para trabalhar no mundo dos negócios – na área da tecnologia -, lidando com toda a competição assim como com o fracasso e a rejeição. Seo Dal Mi, a personagem principal, vem de uma situação familiar mais fragilizada e com mais dificuldades económicas. Embora Dal Mi não tenha estudado para trabalhar e sustentar a avó com quem vive, estuda por conta própria e inicia, passo a passo, um percurso no mundo dos negócios como CEO. O seu percurso é atribulado, mas consegue no final atingir as suas metas. Esta história faz-nos acreditar que com muito trabalho e esforço os nossos objetivos concretizam-se, apesar das eventuais dificuldades. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.