Tempo de leitura: < 1 minuto

 A Festa do Livro volta a dar vida aos jardins do Palácio nacional de Belém. De 2 a 5 de junho, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, convida todos os portuguesas a festejarem os livros e autores de língua portuguesa.

Foi no seu primeiro mandato, em 2016, que Marcelo Rebelo de Sousa criou esta iniciativa para promover a leitura e apoiar editores e livreiros. Como grande amante de livros que é, continuou nos anos seguintes a promover a Festa do Livro nos jardins da sua residência oficial, em conjunto com a Associação Portuguesa de editores e livreiros. A abertura oficial da 5ª edição da Festa do Livro está marcada para as 18 horas de dia 2 junho, noite em que será exibido o filme “Donbass”, em antestreia nacional, do realizador ucraniano Sergei Loznita.

Entre as mais de 100 bancas, em que estão disponíveis 68 editoras, a probabilidade de encontrar Marcelo Rebelo de Sousa é grande.

Haverá uma área de leitura, uma área de restauração e ainda uma ligação direta ao jardim botânico tropical – que é habitualmente pago. Sem excluir os mais pequenos, também estes terão o seu próprio espaço: dinamizado pela rede de bibliotecas de Lisboa, vão acontecer sessões de conto, jogos didáticos, yoga e música para bebés.

Entre a exibição de filmes, sessões de autógrafos ou apresentação de livros, podes ainda contar com alguns concertos e assistir a debates.

A entrada é livre e o acesso pode ser feito pelo jardim botânico ou pela loja do museu da Presidência da República. O controlo de segurança estará garantido não só à entrada, como em todo o espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.