Tempo de leitura: 2 minutos

Há cada vez mais empresas que valorizam jovens que apostaram no enriquecimento pessoal. E para isso, não faltam projetos, webinares e atividades em que todos se podem inscrever, escreve a estudante.

Quando paras para pensar nas experiências que andas a adquirir para acrescentar ao teu currículo, ocorre-te alguma coisa? No caso de a resposta ser negativa, está na altura de mudar isso. É que, além das avaliações de curso e saída à noite com amigos e colegas, é fundamental arranjar espaço para projetos e formações. Estas pequenas coisas (mas que somadas dão um leque enorme de novos conhecimentos adquiridos para além do normal percurso universitário), estão a ganhar uma enorme importância no mercado de trabalho. São cada vez mais um critério de distinção, pois a concorrência, seja em que área for, está a tornar-se notória.

No fim de contas, todos desejam destacar-se entre os vários profissionais que se possam candidatar para um mesmo posto de trabalho numa qualquer empresa.

Quando começas a entrar em vários projetos e te habituas ao ritmo de conciliar os mesmos com os teus estudos, vais perceber que tudo se faz, pois vai sempre ser uma mais-valia para ti. Um currículo com várias habilidades e conhecimentos técnicos permitem-te ser um melhor profissional na tua área: não só porque pudeste aprender mais para além da normal formatação que te dão no teu curso, como porque tens conhecimentos que te permitem pensar e agir para além do habitual na tua área.

Mas como encontrar as tais formações, webinares e projetos? A maioria das faculdades empenha-se em tentar espalhar estas informações pelos alunos, seja através de e-mails, seja pelo site, ou pelas redes sociais da faculdade em si. Mas vamos supor que a tua faculdade não está a fazer um trabalho favorável nesta parte. A verdade é que, até aí, continuas sem ter desculpa. 

Basta pesquisares um tema de interesse dentro da tua área no Google e o que não faltam são opções, especialmente desde o início da pandemia, que trouxe a necessidade de realizar tudo ou quase tudo pelo formato digital. 

As opções são imensas, cabe-te a ti procurar e ver o que se adequa mais aos teus gostos e à tua área, mas faças o que fizeres, não deixes este assunto para depois, porque é tão ou mais importante do que o curso que escolheste seguir.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.