Tempo de leitura: 2 minutos

O festival da Alfândega do Porto está de volta, de 26 a 28 de maio, depois de vários cancelamentos devido aos efeitos da pandemia no País. Além do espaço, a identidade do Porto está vincada no evento, com a parceria do festival com o “Jornal de Notícias”, a celebração do 30.º aniversário dos Ornatos Violeta, no primeiro dia do festival, a participação da portuense, Capicua e dos GNR. Outras confirmações são Tricky e The Jesus and Mary Chain.

Depois do pequeno regresso dos Ornatos Violeta em 2019 aos palcos, podes voltar a cantar e a dançar as épicas canções da banda, desde a “Ouvi Dizer”, até a “Capitão Romance” ou “Dia Mau”, que certamente não o será a 26 de maio, quando celebrarem os 30 anos de carreira no palco da Alfândega do Porto. 

O primeiro dia será marcado pela música portuguesa, que conta também com a presença dos Linda Martini, Zen, Paus, Paraguaii, Pedro da Linha e Riot.

A 27 de maio é assinalado com a atuação de Tricky, Domgues, T-Rex, Cassete Pirata. Assim como de Capicua, que é reconhecida pela sua paixão à cidade. Este dia também conta com Throes+The Shine, que estiveram presentes no show case no JN, que podes rever nas redes sociais.

E ouvir “Just Like Honey”, ou “April Skies” na Alfândega do Porto, também será possível com a cabeça de carta: The Jesus and Mary Chain.no último dia, 28 de maio. Além da presença de The Waterboys, GNR, David Fonseca, Keep Razors Sharp, e ainda Moullinex & Xinobi e DJ Vibe.

O festival vai contar com quatro palcos: o principal, o palco sunset, o clubbing e os concertos nos barcos. A organização refere que ainda existem mais surpresas a revelar, por isso, assegura já o teu bilhete nos locais habituais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.