Tempo de leitura: < 1 minuto

O objetivo do projeto passa por dar uma nova vida a grades e garrafas de vidro e transformá-las em bancos, mesas e até cadeiras.

A Sumol juntou-se à Sociedade Ponto Verde e vão lançar uma linha de mobiliário feita a partir de materiais reciclados. Os bancos, mesas, balcões e até cadeiras que vão surgir desta colaboração não estarão à venda, no entanto poderás encontra-los em cafés, esplanadas ou eventos e festivais promovidos pela Sumol.

O objetivo do projeto é “incentivar e inspirar a economia circular, através da reutilização de matérias da marca em final de vida, como grades de plástico, garrafas de vidro e bidons de polpa de fruta”, pode ler-se na página da Sociedade Ponto Verde. 

A Sumol e a Sociedade Ponto Verde querem sensibilizar os consumidores para a importância da reciclagem correta das embalagens e da reutilização dos materiais, não descartando o papel importante que o consumidor tem na continuidade deste tipo de projetos.

 “Ao darmos uma nova vida a materiais icónicos da Sumol conseguimos não apenas melhorar a nossa imagem e posicionamento global junto nos nossos clientes, através de um visual emotivo e trendy, mas também sensibilizar para uma forma diferente e sustentável de criação de valor”, explica Rodrigo Costa, diretor de marketing para Portugal e Espanha da Sumol+Compal.

Esta iniciativa faz parte da estratégia de sustentabilidade da Sumol+Compal e a empresa prevê que sejam reutilizadas 1.500 grades e paletes, 10.500 garrafas de vidro e mais de 100 bidons para a construção desta linha de mobiliária feito a partir de materiais reciclados. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.